ERP E CRM: importância e diferenças

ERP E CRM: importância e diferenças

A profissionalização de uma empresa passa pela adoção de tecnologias que deem suporte à gestão. Melhorar a gestão de relacionamento com o cliente ou automatizar processos conhecidos como back-office (suporte, que sirvam de retaguarda) é tudo que uma empresa precisa. É aí que entra os conhecidos softwares ERP e CRM.
ERP e CRM são sistemas que auxiliam em questões como: planejamento, gestão, clientes e fornecedor, trazendo soluções e diversos benefícios para qualquer empresa, independente do tamanho.

Qual a diferença entre eles:

ERP:
O Enterprise Resource Planning (ERP) é o software de gestão mais básico de uma empresa. Ele é usado para garantir o controle financeiro, fiscal e contábil da organização, especialmente processos como contas a pagar, emissão de notas fiscais e planejamento. É literalmente a base para a gestão de uma companhia.
Este software tem a missão de unir os vários departamentos de uma instituição em uma única plataforma, permitindo que eles falem a mesma língua em um fluxo de informações único e contínuo.
É extremamente importante, pois os processos de uma instituição, geralmente, são dependentes uns dos outros, com isso, qualquer falha de comunicação ou dificuldade de transição de dados pode ser fatal.
Com o ERP a empresa passa a ter, de forma integrada, informações sobre pagamento de despesas e recebimento de receitas.
CRM:
O Costumer Relationship Management (CRM), ou em português, Gestão do Relacionamento com o Cliente, é um software usado por empresas para cuidar de sua base de consumidores.
O principal objetivo é fornecer um atendimento de excelência, entender as necessidades do público-alvo e tornar o ciclo de vendas mais curto e rentável, assegurando e protegendo as informações comerciais da empresa e, ao mesmo tempo, identificando os melhores planos de ação, alternativas para aumentar as vendas e gerenciando metas e avaliando os vendedores.
O relacionamento com os clientes sempre foi uma preocupação de quem quer aumentar as receitas de uma empresa. A partir daí surgiu a ideia do CRM, que pode ser vista de duas formas: como metodologia de trabalho cujo foco está em satisfazer o cliente da empresa ou uma solução tecnológica que facilita o trabalho do time de vendas e otimiza os processos do setor comercial.

Conclusão:

O ERP é o controle financeiro e gestão da empresa de uma forma completa, enquanto o CRM é o controle dos clientes e, por consequência, das vendas.

Quais são os benefícios que cada um deles no dia-dia de uma empresa?

O ERP:

  • Reduz os custos com TI, mão de obra, desperdícios, erros e retrabalhos;
  • Reduz os prazos de entrega, aumentando a produtividade;
  • Facilita a gestão do estoque e a compra e venda de mercadorias;
  • Melhora a gestão tributária, evitando multas e diminuindo a dependência de contadores;
  • Agiliza o fluxo de trabalho, compartilhando informações entre diferentes departamentos;
  • Elimina preocupações burocráticas

O CRM:

  • Reduz o tempo gasto para procurar informações e documentos, uma vez há uma organização e padronização dos processos;
  • Facilita o treinamento da equipe através do software;
  • Aumenta as vendas, possibilitando um atendimento personalizado e afinado com as necessidades de cada consumidor;
  • Aumenta a produtividade, trabalhando em conjunto com o marketing da empresa;
  • Automatiza o contato com os consumidores, melhorando o relacionamento, registrando e acompanhando o diálogo com cada um deles, formando uma base de conhecimento prático e teórico sobre sua popularidade (audiência) e necessidade.

Qual é a hora certa para implementar esses sistemas?

Ter ferramentas que otimizam os recursos investidos é muito recompensador para toda a equipe, pois diminui o desgaste do dia-dia. Então, quanto antes a empresa puder contar com o apoio da tecnologia, melhor.
Independentemente do tamanho, qualquer instituição que esteja sentindo dificuldades na organização das finanças, de arquivos e de fluxo das informações pode estar precisando de um ERP.
Já o CRM é importante principalmente para quem trabalha com vendas, seja de produtos ou serviços. Se todos os meses, a empresa precisa fechar novos contratos, ir atrás de clientes, apresentar propostas e fazer acompanhamento, pode ter certeza que precisa de CRM.
Além disso, um sistema CRM é muito útil também no pós-venda, porque ajuda a ficar sempre em contato com o cliente, dando atenção e prestando suporte nos momentos certos. Assim a satisfação aumenta, facilitando a recomendação para outras pessoas que também podem se tornar clientes.
Gostou das dicas? Então acompanhe nosso blog ou siga nossa página no Facebook para saber mais sobre o mundo da tecnologia e telecomunicação!

Cadastre para receber notificações de conteúdos novos

Relacionados

Comentários